Atendimento Comercial comercial@checkpt.com.br
Assistência Técnica tecnico@checkpt.com.br
Telefone (19) 3876-9300

Você sabe qual a diferença entre o código de barras e o RFID?

Você sabe qual a diferença entre o código de barras e o RFID?

Fala-se muito sobre as vantagens da incorporação do RFID no varejo atualmente. No entanto, nem sempre fica claro a diferença entre ele e o tradicional código de barras. Será que realmente vale a pena migrar para essa tecnologia?

Quais as diferenças?

As duas grandes diferenças entre as etiquetas de RFID e um código de barras comum no segmento varejista está na forma como é feito o registro dos dados e consecutivamente sua leitura. No caso do RFID, utiliza-se o poder da frequência de ondas de rádio para a leitura em massa de itens, sem necessitar o contato visual de item a item. Aqui a leitura é feita até onde as ondas de rádio freqüência alcançarem. Cada produto com etiqueta de RFID torna-se único e com a possiblidade de conter informações específicas e individuais. 

Já no código de barras, a leitura precisa ser feita por meio da aproximação de um leitor óptico que identifica as barras e transfere para um computador uma determinada informação.Todos os códigos de um mesmo produto são iguais, logo não é possível ter variedade de informações. 

Agilidade e praticidade

Agora, considerando toda a cadeia de trabalho que uma loja possui, podemos salientar o quanto é prático utilizar etiquetas RFID para, por exemplo, fazer a contagem do seu estoque. A eficiência e rapidez para realizar esse trabalho utilizando essa tecnologia é imensa, se comparada ao código de barras. É possível mensurar a acuracidade do seu estoque em minutos, porque a leitura das etiquetas é feita simultaneamente. Já o código de barras, precisaria ser escaneado um a um. Com o RFID é possível evitar erros de contagem, ausência de produtos em gôndola e consequentemente ônus para a empresa.

Precisão 

Como dito anteriormente, as etiquetas RFID são o sucesso de um bom estoque e isso se deve principalmente a precisão garantida pela tecnologia no momento da leitura das etiquetas, o que pode não acontecer com o uso de código de barras.

Armazenamento de informações 

A “memória” das etiquetas de RFID é muito maior do que a de código de barras, podendo armazenar diversas informações.  Além do código do item e sua identidade única, imagine que você pode ter a data de validade e com os sistemas de informação identificar rapidamente que há produtos no estoque que vencerão antes do que os itens expostos na gôndola de vendas. Essas informações podem ser regravadas de acordo com a necessidade do seu negócio. Usando o código de barras, a limitação é grande, a leitura muito provavelmente só te fornecerá informações de preço e identificação do produto. 

Conclusão

Não há dúvidas que a tecnologia RFID vem se tornando cada vez mais presente no universo dos negócios. A aplicação facilita o controle de mercadorias de toda a cadeia de suprimentos, oferecendo o monitoramento desde a produção até o ponto final da distribuição. No entanto, sua aplicação não se limita a isso. Pode ser utilizada no controle do tráfego de mercadorias, na identificação individual objetos, no rastreamento de produtos, entre outras coisas.

.

Clique aqui e saiba mais sobre RFID!

.

Fale conosco!

.

.

.